Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Servidor do IFMG - São João Evangelista publica artigo científico no periódico “Ambiente & Água – An Interdisciplinary Journal of Applied Science"
Início do conteúdo da página

Servidor do IFMG - São João Evangelista publica artigo científico no periódico “Ambiente & Água – An Interdisciplinary Journal of Applied Science"

Publicado: Terça, 21 de Maio de 2019, 21h35 | Última atualização em Terça, 21 de Maio de 2019, 21h39

A divulgação de um trabalho científico é uma etapa importantíssima no desenvolvimento de uma pesquisa. É por meio dela que a sociedade pode se inteirar das ações realizadas no meio acadêmico das instituições de ensino públicas do país. Além disso, é também por meio da divulgação científica que a comunidade acadêmica e a sociedade podem constatar a importância do investimento de recursos financeiros e humanos numa formação que priorize o ensino, a pesquisa e a extensão no currículo acadêmico de um Instituto Federal ou de uma Universidade Federal. Corroborando esta máxima, o professor Mateus Marques Bueno, docente dos cursos de Ciências Agrárias e Ambientais do IFMG - Campus São João Evangelista, publicou mais um artigo científico, desta vez em uma revista da Universidade de Taubaté, cuja classificação é B1 na área de Ciências Agrárias.

O artigo é parte integrante do trabalho do Professor Mateus Marques Bueno em parceria com  pesquisadores da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e da Embrapa Solos. E segundo o autor, “a identificação de serviços ecossistêmicos em bacias hidrográficas e, consequentemente, a valoração dos possíveis ganhos ambientais é uma ferramenta primordial no desenvolvimento gerenciamento de programas ambientais, principalmente em tempos de recursos escassos. Neste sentido,  o artigo intitulado "Environmental services in watersheds with small declivity: fluvial marine plain", traduzido como "Serviços ambientais em microbacias com baixa declividade: planícies fluvio-marinhas", apresenta uma ferramenta simples, baseada em SIG, para identificação das áreas de maior potencial de produção de água. Esta ferramenta pode ser replicada em outras bacias hidrográficas e ser integrante do plano de gestão territorial de outras áreas”.

O Professor Mateus Marques Bueno desenvolve este projeto de identificação de áreas prioritárias à conservação nesta bacia hidrográfica, desde 2015, juntamente com a equipe supracitada.

Os interessados em ler o trabalho na íntegra podem acessar o arquivo no link abaixo:

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1980-993X2019000300300&script=sci_arttext&tlng=en

registrado em:
Fim do conteúdo da página