Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Graduação > Engenharia Florestal
Início do conteúdo da página

Engenharia Florestal

Última atualização em Terça, 02 de Julho de 2019, 07h55

O curso

A oferta do curso de bacharelado em Engenharia Florestal justifica-se, pela vocação do IFMG/SJE, demonstrada pelo seu histórico de ofertas dos cursos na área de agropecuária e no eixo tecnológico de recursos naturais, em todos os níveis de ensino, e justifica-se, também, quando se contextualiza geograficamente esta Instituição. O Curso de Bacharelado em Engenharia Florestal torna-se uma oportunidade de se consolidar a interiorização da formação superior pública, com qualidade, em uma das regiões mais carentes de Minas Gerais. Conforme a ONU (2013), o IDHM de São João Evangelista é de 0,638. O Campus está inserido na região e no estado brasileiro que mais se destaca pela produção da exploração dos recursos vegetais naturais e da exploração de maciços florestais plantados (silvicultura), conforme mostra o IBGE (2013). Nos arredores do IFMG/SJE existem empresas florestais de atuação internacional como a Celulose Nipo-Brasileira (CENIBRA) e Aperam South America, além da mineradora Anglo American Brasil.


Modalidade

Presencial


Carga horária mínima

3.795 horas - 5 anos


Turno de funcionamento

Integral


Requisitos

A forma de ingresso ao curso de Bacharelado em Engenharia Florestal do IFMG/SJE será por meio de ENEM, Sisu/MEC, transferência interna, transferência externa e obtenção de novo título conforme normas prescritas em editais específicos. Em conformidade com o Regimento de Ensino dos cursos de Graduação do IFMG, aprovado pela Resolução IFMG nº 030/2016, o discente transferido terá a obrigatoriedade de cumprir no IFMG, no mínimo de 60% da carga horária prevista no curso.


Reconhecimento

O curso possui a portaria de funcionamento nº 1294 de 15 de setembro de 2015.


Critérios de avaliação

O sistema de avaliação previsto para o curso de Bacharelado em Engenharia Florestal está de acordo com o Regimento de Ensino do IFMG, bem como em Regimento de Ensino próprio do Campus São João Evangelista.

A avaliação do desempenho dos educandos será contínua, gradual e cumulativa, sendo importante a valorização de aspectos qualitativos e quantitativos.

Numa ação contínua, o aluno será observado com relação à apropriação de competências e habilidades e será avaliado como um todo, em quaisquer situações que envolvam aprendizagem e aplicabilidade da mesma. Deverão ser priorizados instrumentos de avaliação estimuladores, que envolvam atividades realizadas individualmente ou em grupo e que forneçam indicadores da aplicação no contexto profissional das competências adquiridas.

A verificação da apropriação de competências será feita de forma diversificada, através de provas escritas e/ou orais, trabalhos de pesquisa, projetos, seminários, observação de postura, relatórios de atividades, exercícios, aulas práticas, monografia e outros, a fim de atender às peculiaridades dos alunos e de oportunizar uma avaliação adequada aos diferentes objetivos.

A frequência às atividades escolares é obrigatória, considerando-se reprovado por frequência o aluno que não comparecer a, no mínimo, 75% (setenta e cinco por cento) das aulas dadas, independente do seu aproveitamento. Será considerado aprovado em cada disciplina o aluno que obtiver aproveitamento maior ou igual a 60% (sessenta por cento), e reprovado quando inferior a 30% (trinta por cento).

Para aproveitamento entre 30% (trinta por cento) e 59% (cinquenta e nove por cento) o aluno terá direito a uma avaliação final com valor de 100 pontos, sendo então aprovado o aluno cujo resultado da avaliação final atingir no mínimo 60% (sessenta por cento).

Ao aluno que, por motivo justificado, previsto em lei, não puder prestar exame final na época estabelecida no calendário escolar, será permitido exame em época especial. Os exames em época especial deverão ser realizados em data determinada pelo professor, durante a primeira semana do período seguinte.


Coordenação

Coordenadora: Natália Risso Fonseca

Formação: Possui graduação em Engenharia Florestal, com Mestrado e Doutorado em Fitopatologia.

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Telefone: (33) 3412-2925


Corpo docente

Listagem de docentes relacionados às disciplinas obrigatórias do curso de Engenharia Florestal 

Disciplina Docente Titulação Reg. trabalho
Administração Florestal Ana Carolina Ferraro Mestre D. E.
Agrometeorologia Mateus Marques Bueno Doutorando D. E.
Álgebra Linear Wálmisson Régis de Almeida Mestre D. E.
Biologia Celular Daniel Afonso de Mendonça Toledo Doutor D. E.
Bioquímica Fernanda do Nascimento Costa Doutora D. E.
Cálculo I José Silvino Dias Mestre D. E.
Cálculo II Silvino Domingos Neto Mestre D. E.
Colheita Florestal Nildimar Gonçalves Madeira Doutor D. E.
Componentes Anatômicos e Químicos da Madeira Caroline Junqueira Sartori Doutora D. E.
Comunicação e Extensão Florestal Ana Carolina Ferraro Mestre D. E.
Dendrologia Ivan da Costa Ilheu Fontan Mestre D. E.
Dendrometria Bruno Oliveira Lafetá Doutorando D. E.
Desenho Técnico Adeliton da Fonseca Oliveira Mestre D. E.
Ecologia Básica Graziele Wolff de Almeida Carvalho Doutora D. E.
Ecologia Florestal Graziele Wolff de Almeida Carvalho Doutora D. E.
Entomologia florestal Rafael Carlos dos Santos Doutor D. E.
Entomologia Geral Rafael Carlos dos Santos Doutor D. E.
Estatística Básica Tiago de Oliveira Dias Mestre D. E.
Estatística experimental Fernanda Lima Barroso Mestre D. E.
Energia da Biomassa Florestal Caroline Junqueira Sartori Doutora D. E.
Fertilidade do Solo José Roberto de Paula Doutor D. E.
Física e Mecânica da Madeira Caroline Junqueira Sartori Doutora D. E.
Física do Solo Claudionor Camilo da Costa Doutor D. E.
Física I Cleonir Coelho Simões Doutorando D. E.
Física II Cleonir Coelho Simões Doutorando D. E.
Fisiologia Vegetal João Paulo Lemos Doutor D. E.
Fotogrametria e Fotointerpretação Adeliton da Fonseca Oliveira Mestre D. E.
Fundamentos de Ciência do Solo José Roberto de Paula Doutor D. E.
Fundamentos de Matemática Tiago Oliveira Dias Mestre D. E.
Genética Michelle Pires Tannure Mestre D. E.
Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto Mateus Marques Bueno Doutorando D. E.
Hidrologia Claudionor Camilo da Costa Doutor D. E.
Histologia e Anatomia Vegetal Giuslan Carvalho Pereira Doutor D. E.
Introdução à Engenharia Florestal Caroline Junqueira Sartori Doutora D. E.
Inventário Florestal Bruno Oliveira Lafetá Doutorando D. E.
Manejo e gestão de Unidades de Conservação Graziele Wolff de Almeida Carvalho Doutora D. E.
Manejo Florestal Bruno Oliveira Lafetá Doutorando D. E.
Mecanização Agrícola Nildimar Gonçalves Madeira Doutor D. E.
Melhoramento e Biotecnologia Florestal Natália Risso Fonseca Doutora D. E.
Metodologia Científica Ana Carolina Ferraro Mestre D. E.
Microbiologia Geral Fabiana Aparecida Couto Doutora D. E.
Morfologia e Classificação do Solo José Roberto de Paula Doutor D. E.
Morfologia e Sistemática Vegetal Giuslan Carvalho Pereira Doutor D. E.
Patologia Florestal Natália Risso Fonseca Doutora D. E.
Política e Legislação Florestal Ana Carolina Ferraro Mestre D. E.
Português Instrumental Roberto Carlos Alves Doutorando D. E.
Projeto de Conclusão de Curso Natália Risso Fonseca Doutora D. E.
Propagação Florestal e Viveiros Ivan da Costa Ilheu Fontan Mestre D. E.
Química Analítica Fernanda do Nascimento Costa Doutora D. E.
Química Geral Fernanda do Nascimento Costa Doutora D. E.
Química Orgânica Cláudio Júnior Andrade Ribeiro Mestre D. E.
Sistemas e Práticas Silviculturais Ivan da Costa Ilheu Fontan Mestre D. E.
Sociologia Elias Pedro Rosa Mestre D. E.
Tecnologia de Sementes Natália Risso Fonseca Doutora D. E.
Topografia Adeliton da Fonseca de Oliveira Mestre D. E.
Zoologia Geral Fabiana Aparecida Couto Doutora D. E.

Legenda:

D.E.: Dedicação Exclusiva

 

 


Documentos

Matriz curricular – EFL151

Matriz curricular – EFL161

Matriz curricular – EFL171

Projeto Pedagógico do Curso - PPC

Plano de ação 2019

 

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página